Entrevista Acadêmica - Autores e Educadores

 

A Revista Acadêmica Online disponibilizará para os pesquisadores, na qualidade de docentes e discentes, orientadores, educadores ou autodidatas, outro serviço de edição: a)Entrevista enfocada no trabalho acadêmico; b) entrevista centrada na formação e desenvolvimento do autor.

A entrevista tem objetivo dar oportunidade ao autor para comentar a proposta de sua pesquisa, descrevendo o caminho traçado em sua investigação; o intuito é facilitar o grau de exposição do aprendizado obtido em sua experiência, servindo como referência para outros acadêmicos que prosseguem com seus estudos a inspirarem-se, e lapidarem seu projeto adequando-o às suas necessidades científicas e profissionais.

Nesse espaço respeitamos o critério interno adotado pelo autor no que diz respeito ao seu histórico e vivências,  quanto ao método de pesquisa, escolha do campo de estudos, tema, preferência bibliográfica, etc.

O periódico entende a entrevista como um importante instrumento para elaboração de novas ideias, concretização de projetos, estudos, como parte importante da jornada de autodesenvolvimento e aprendizado do autor...

Nossa ideia é proporcionar ao acadêmico a oportunidade, de expor, à sua maneira, os motivos que o conduziram a sua área e, principalmente, porque se decidiu por determinado campo de estudos.
A entrevista terá um caráter aberto e informal, e dirá respeito aos objetivos do pesquisador, quais sejam; pessoais, profissionais, políticos e mesmo aqueles não contemplados.

A entrevista terá por definição duas séries de objetivos, ficando a escolha deles a critério do pesquisador, por um ou outro, ou mescla de ambos: 1) sobre sua fase de desenvolvimento e iniciação científica (seus projetos na graduação e pós-graduação); 2) Sobre o artigo, ensaio, monografia ou qualquer trabalho acadêmico que tenha realizado (incluindo apresentação em eventos).

Entendemos como uma autêntica fonte de consulta os próprios pesquisadores, quando nos apresentam suas vivências, sua relação com o tema, e aspectos que vivenciaram ao longo de seu percurso, durante o compromisso científico que fora assumido; visto que, diante desse engajamento, suas experiências não são simples descrições de relatos teóricos, elas são uma efetiva contribuição social e política.

No envolvimento com uma causa, à guisa de uma jornada de investigação, procurando apurar a compreensão de um fenômeno e uma explicação para as relações que se apresentam, percebemos o quanto, como pesquisadores, não podemos ser considerados simples teóricos, pois nosso tempo, vida pessoal, profissional, saúde, família, instituições, são fatores que ora ampliam, ora limitam, mas que se encontram e desafiam nossa persistência.

A Revista não emitirá juízo de valor, pois intenciona criar um espaço para que as trocas de experiências sejam compartilhadas, e se constituam em um material disponível para outros acadêmicos, como fonte legítima para consulta, referência e aprendizado.

Valoriza-se, aqui, no processamento da entrevista, as etapas do processo e a dinâmica; os diferentes perfis e caminhos de cada um. Daremos somente alguns dos incontáveis exemplos de vivências acadêmicas possíveis:

Quanto à sua carreira acadêmica:

1.     O educador, que lida diretamente com seus alunos, terá uma oportunidade de avaliar o quanto, o retorno de seus alunos impactaram-no, levando a rever, improvisar ou construir concepções para sua pesquisa que não poderiam ser concebidas sem seu envolvimento ativo;

 

2.     A forma como o autor/educador, em seu mister, lidou com a sua formação, pois não é incomum o acadêmico pretender seguir um caminho, mas ser “barrado” em sua verdadeira inclinação, seja porque não dispunha de recursos, não se considerava bibliográfica e documentalmente aportado, ou não tinha vivência suficiente no assunto; seja a antipatia do orientador quanto ao que se pretende com a investigação; ou fora “obrigado” a concluir uma pesquisa que não era exatamente o que gostaria, por pressão social, financeira (medo comum principalmente aos alunos que conseguiram bolsas).

Quanto ao seu trabalho publicado, à guisa de exemplo:

1.     Se tratando de produção escrita: Poderá comentar o processo de elaboração de sua pesquisa, sobre como organizou seu tempo e planejou as etapas de sua consecução – a) busca de bibliografias adequadas, b) tempo para as leituras, c) utilização de fichamentos, d) seleção e cruzamento de autores, e) pesquisa de campo, f) coleta de dados, e g)redação, etc.;

2.     Se tratando de apresentação em eventos: Poderá contar – a) qual foi o evento, b) como foi sua preparação, c) qual era o objetivo daquele encontro, d) como foi a recepção dos espectadores, d) se houve objeções à sua apresentação, etc.

Na seleção de materiais bibliográficos, como artigos, livros, documentos e webfontes (vídeos instrutivos e outras plataformas de conteúdo audiovisual), o pesquisador estará livre para comentar sobre suas preferências, nos contar porque preferiu determinada linha de raciocínio e autor(es), optou por levantar certas discussões teóricas e chegou a tal conclusão, e não de outra maneira.

Poderá, se expressar como segue ex.: Preferi basear-me em tal obra e tal autor(es), em consideração à sua vivência e afinidade com o tema; ou, como tão frequentemente acontece em certos estágios da pesquisa – distanciei-me de determinados fundamentos em tal autor, (ainda que de minha preferência) por não conceber e trazer à lume determinados pontos e avanços em minha análise, ou não oferecer os resultados esperados em minha pesquisa.

Para realização da entrevista, focada na publicação de trabalho escrito, envie seu texto para avaliação no e-mail do editorial (editorial@revistaacademicaonline.com). Após a aprovação do material encaminhado, mediante parecer avaliativo para exposição da entrevista, na edição bimestral correspondente, será realizado o processo de entrevista, com o encaminhamento das perguntas por e-mail. Nesse processo será estimado um prazo para sua conclusão, no qual o autor deve encaminhar as perguntas com as respostas. Após isso, a entrevista será publicada, na seção entrevistas.

Poderão participar da entrevista os pesquisadores que já publicaram em nosso periódico, em qualquer uma das duas modalidades.

O investimento terá o mesmo valor (R$120,00) de publicação e divulgação do trabalho acadêmico.

  1. Será expedido Certificado de Publicação Digital com assinatura eletrônica
  2. DOI (Digital Object Identifier)
  3. Documento de Aceite de entrevista