Giuliano de Méroe - Tema apresentado - Literatura

Giuliano de Méroe - Tema apresentado - Literatura

Giuliano de Méroe é Mestre em Administração de Empresas, pós-graduado em Comércio Internacional, graduado em Relações Internacionais e Graduando em Filosofia. Editor da Revista Acadêmica Online, entrevistador e administrador do Divulga Escritor.

 

Colunista Giuliano de Méroe - Tema apresentado - Literatura

Análise literária do romance Gente Pobre, de Fiódor M. Dostoiévski (1846)

  Análise de Gente Pobre (1846) de Fiódor M. Dostoiévski   Giuliano de Méroe   O estudo dedica-se ao pensamento de Dostoievski, na esteira da interpretação de Nietzsche por Gilles Deleuze, em Mikhail Bakhtin, a partir da obra Problemas da Poética de Dostoiévski, em algumas obras de...

Resenha: A Máscara da Morte Rubra (1842) - Edgar Allan Poe

A Máscara da Morte Rubra (1842) – um conto de Edgar Allan Poe   por Giuliano de Méroe   Esta resenha é sobre o famoso conto do escritor Edgar Allan Poe, A Máscara da Morte Rubra, que inspirou o filme homônimo.  A “Morte Rubra” foi uma pestilência fatal que devastava “o país”,...

Resenha crítica: Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk

Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk   Catierina Lvona, uma Lady à moda russa. por Giuliano de Méroe   Considerada uma obra- prima de Nikolai Leskov, o conto recebeu apoio de Fiódor Dostoiévski, que a editou na revista Epokha em 1865, devido à afinidade intelectual entre ambos. A obra...

Resenha Crítica: O Crocodilo (1864) - Um conto de Fiódor Dostoiévski

O Crocodilo - Fiódor Dostoiévski   Resenha, de Giuliano de Méroe   O Crocodilo é um escrito potencialmente marcado pela atividade jornalística de Dostoiévski, quando trabalhava com o irmão Mikhail, que fundou a revista Epokha (A Época), na cidade de São Petersburgo em 1864.  A...

Resenha Crítica - Bartleby O Escrevente. Uma novela de Herman Mellville

Bartleby O Escrevente, de Herman Melville (1819-1891)   Por Giuliano de Méroe   Editado pela Cosac & Naify, o livro possui a primeira capa inteira verde, com linhas vermelhas pontilhadas nas margens, e o leitor para abri-lo precisa primeiro descosturar a capa, depois abrir as páginas...

Resenha Crítica - Obra: Recordações da Casa dos Mortos (1861-1862)

Livro: Recordações da Casa dos Mortos (1861-1862)     Por Giuliano de Méroe   O livro Recordações da Casa dos Mortos resulta da experiência que o romancista russo Fiodor Dostoiévski, viveu na prisão de Omsk na Sibéria. Para melhor compreensão, é interessante o leitor situar-se...

Resenha Crítica - Obra: Pais e Filhos 1862 - Ivan Turguêniev

Giuliano de Méroe   Resenha Crítica: Obra: Pais e Filhos (1862) – Ivan Turgueniev   A obra Pais e Filhos, publicada pelo escritor russo Ivan Turguêniev, entre o final de 1860-1862, num momento histórico de muita convulsão social, política e econômica que seu país atravessava. Nessa data,...

<< 1 | 2